Notícias

Fique por dentro das novidades

Teste rápido Covid-19

Teste Rápido Covid-19 – Como funciona?

Você sabe como funciona o teste rápido Covid-19? Essa alternativa é citada constantemente nas notícias, sendo uma importante ferramenta para diagnósticos mais ágeis para suspeitas de contaminação.

Portanto, é importante entender como eles funcionam e suas limitações. Você sabe quando o resultado será exibido? O que significam? Para entender as respostas a essas perguntas comuns, continue a leitura!

Mas, afinal, como funciona o teste rápido Covid?

O teste rápido para covid-19 consiste em uma caixa de plástico (semelhante àqueles testes de gravidez encontrados em farmácias) com um pequeno orifício no qual algumas gotas de sangue são pingadas. Em seguida, o sangue passa por uma fita absorvente, levando-o até a área onde está localizado o reagente.

O reagente é uma substância que muda de cor ao entrar em contato com o anticorpo, indicando sua presença na amostra de avaliação. Se a pessoa desenvolver anticorpos contra o novo Coronavírus, duas faixas coloridas aparecerão no visor e o resultado será positivo. Se não houver anticorpos no sangue, apenas uma faixa aparecerá e o resultado será negativo. Se a tela ainda estiver branca, o teste falhou e deve ser repetido.

Além disso, os principais pontos positivos do teste rápido são:

  • Velocidade: resultado sai em poucos minutos;
  • Praticidade: pode ser realizada em qualquer lugar facilmente;
  • Custo: mais barato que outros testes disponíveis.

Quando devo realizar o teste rápido?

O teste rápido só deve ser realizado 7 dias após o início dos sintomas. Segundo a Secretaria do Estado de Saúde de São Paulo devem ser testados os sintomáticos, seguindo a seguinte ordem de prioridade:

  • Profissionais de saúde e segurança pública em atividade;
  • Pessoas que morem no mesmo domicílio que profissional da saúde ou segurança pública com sintomas e em atividade;
  • População idosa (a partir dos 60 anos);
  • Pessoas com condições clínicas de risco, como doenças cardíacas, respiratórias e renais graves e mal controladas;
  • População economicamente ativa com idade entre 15 e 59 anos;
  • Óbitos suspeitos de covid-19.

Lembre-se: o teste rápido é uma ferramenta extremamente importante para controlar a epidemia de covid-19 e determinar o número de pessoas que foram infectadas. No entanto, se usado incorretamente, pode levar a conclusões erradas.

Quem pode fazer esse tipo de teste rápido?

Na rede privada, qualquer pessoa pode realizar este teste rápido em determinados laboratórios. No entanto, devido à forte demanda, o estoque de kits se esgotou rapidamente. Portanto, assim que chegarem mais kits, os locais que oferecem os exames farão uma lista de espera para fazer os agendamentos.

No SUS, o Ministério da Saúde lançou recentemente o primeiro lote de kits de teste rápido, que só são indicados para os colaboradores que atuam na área da saúde e têm posição de liderança no combate à doença, além de policiais e bombeiros. A ideia é que esses profissionais tenham um diagnóstico mais rápido e voltem ao trabalho com mais segurança após a recuperação.

Conheça a Dez Emergências

Somos uma empresa especializada em locação de ambulâncias para remoção de urgência e emergência de pacientes de baixa, média e alta complexidade. Atuamos com profissionais especializados e que recebem treinamentos constantes para que seja possível oferecer sempre o melhor atendimento pré-hospitalar.

Até breve!

Continue navegando